1 de setembro de 2017

#Rock in Rio

Cuidado com os resíduos produzidos no Rock in Rio 2017

Depois de um dia inteiro de Rock in Rio, shows de todos os gêneros e muita comida gostosa no Gourmet Square, a gente tem que limpar a nova Cidade do Rock para começar tudo de novo no dia seguinte, não é mesmo?

Em parceria com a Comlurb, a gestão de resíduos do Rock in Rio será feita através de métodos de coleta e tratamento para extrair o máximo dos resíduos, gastando o mínimo de energia, respeitando os valores da Economia Circular e da Sustentabilidade Ambiental.

O lixo coletado vai ser separado entre recicláveis e não recicláveis/orgânicos. O que for reciclável vai ser destinado para cooperativas de catadores e o que for matéria orgânica (restos de comida, por exemplo) será destinado a uma usina de biometanização, recém-construída pela COMLURB, com financiamento do BNDES, onde, por força de decomposição anaeróbia dos resíduos, é produzido biogás e posteriormente composto orgânico. Os materiais não aproveitáveis serão submetidos a um tratamento térmico para geração de energia na Usina Verde, a única usina de geração de energia em operação no Brasil a partir de resíduos domiciliares, instalada no Parque Tecnológico do Fundão, no Polo BioRio.

Desta forma teremos pela primeira vez no Brasil um sistema de destinação final de resíduos sólidos totalmente inserido no conceito da Economia Circular e da Sustentabilidade Ambiental. Isso significa que vamos extrair o máximo daquilo que seria descartado, seja em materiais que substituirão matérias-primas não renováveis ou na geração de energia e produção de composto orgânico, que é um importante insumo para a agricultura.

Contamos com todos vocês para fazer o descarte correto do seu lixo durante o #ROCKINRIO2017!

Nova Cidade do Rock com muitas lixeiras disponíveis. Foto: I Hate Flash

Juntos #PorUmMundoMelhor

 

Curta o projeto no Facebook